Home

Câmara aprova retomada do kartódromo pela Prefeitura


20ª SESSÃO ORDINÁRIA Aprovado em segunda discussão na noite da segunda-feira, dia 17, Projeto de Lei do Executivo que revoga a concessão de uso do kartódromo, dada à Associação Jauense Kart Moto, por meio da lei nº 4.569, de 23 de março de 2011. Com a aprovação, a Associação Jauense deixa de ter o direito de realizar suas atividades esportivas naquele local (as quais estão suspensas por decisão judicial) e o Município de Jahu toma para si o gerenciamento do mesmo, que fica na Avenida Dr. Quinzinho. Na última segunda, apenas os vereadores Paulo César Gambarini (PSDB), Ronaldo Formigão (DEM) e Tito Coló Neto (PSDB) votaram contra. Eles queriam que o prefeito Rafael Agostini (PT) assumisse compromisso formal com a Associação de Kart para cessão de novo espaço, bem como revogasse o direito real de uso na Avenida Dr. Quinzinho somente quando um novo kartódromo fosse construído. Representantes da Associação Jauense Kart Moto acompanharam a sessão no plenário e não gostaram da aprovação do projeto. A Polícia Militar teve de ser chamada como medida de prevenção para manter a ordem.



Na semana passada, o projeto já havia sido aprovado em primeira discussão, só que com votação mais apertada: nove votos favoráveis contra oito contrários. Na ocasião, também votaram contra os vereadores Carlos Alberto Lampião Magon (PV), Fábio Bueno Dornelles (PSDB), Gilberto Vicente (PP), José Aparecido Segura Ruiz (PTB) e Wagner Brasil de Barros (DEM). Eles alegaram mudar de opinião porque entenderam que o prefeito havia se comprometido, em reunião realizada também na segunda-feira, a ceder novo espaço aos adeptos do kart, inclusive em área maior.



Mais quatro projetos

Além do projeto sobre o kartódromo, aprovado em segunda discussão, outros quatro foram aprovados, só que em primeira discussão, sendo todos do Poder Legislativo. O primeiro Projeto de Lei é autoria do vereador Charles Sartori (PMDB) e autoriza a realização de Convênio com o Governo do Estado de São Paulo, através de sua Secretaria de Meio Ambiente para o Programa Estadual de Identificação e Controle de População de Cães e Gatos no Município de Jahu. O segundo Projeto do Legislativo é do vereador João Carlos de Lourenço (PSC) e dispõe sobre a obrigatoriedade dos estabelecimentos bancários em manter espaço com colocação de assentos para os usuários. O terceiro Projeto, iniciativa do vereador Paulo César Gambarini, institui o Dia do Atleta com Deficiência Física Município de Jahu e dá outras Providências. E o quarto e último Projeto é do vereador José Aparecido Segura Ruiz, e altera a Lei nº 3.044, de 12 de março de 1996, que concede isenção do ISS a deficientes físicos. Para se tornarem Leis, esses quatro Projetos do Legislativo ainda precisam passar por nova votação em plenário.


Expediente

Já no Expediente, os vereadores votaram 21 requerimentos e quatro moções. Também foram apresentadas 21 indicações, outras quatro moções para serem votadas na próxima sessão e oito projetos objetos de deliberação. Entre os assuntos discutidos na Palavra dentro do Expediente, o convênio entre Santa Casa de Jahu e Prefeitura para manutenção do Pronto Socorro, bem como a retomada do prédio onde atualmente funciona o Tiro de Guerra voltaram à pauta. A 20ª Sessão Ordinária da Câmara teve cinco horas de duração.

Portal Transparência

 

Portal da Tranparência

Acesso à Informação

 

Serviço de Informação ao Cidadão

Legislação Compilada

 

balanca

Ouvidoria

 

ouvidoria pequena

Pesquisar no Site

TV Câmara - Ao Vivo

Redes Sociais

 facebook

 youtube