Home

CÂMARA PROÍBE CAPINA QUÍMICA EM JAHU

Foi aprovado em segunda discussão e votação na 31ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Jahu, nesta segunda-feira, dia 4 de agosto, o Projeto de Lei do Legislativo n° 36/2017, iniciativa do vereador José Aparecido Segura Ruiz (PTB). O projeto altera a Lei nº 3.907, de 2004, proibindo o uso de agrotóxicos da classe dos herbicidas pós-emergentes sistêmicos, cujo princípio ativo é o glifosato ou sais derivados, para limpeza de via pública e terrenos, a chamada capina química, na área urbana. Votaram contra o projeto os vereadores: Luiz Henrique Chupeta (PSDB), José Mineiro de Camargo (PSB), João Pacheco (PSDB), Tito Coló Neto (PSDB) e Maurílio Moretti (PEN).

CRIAÇÃO DE DOIS CARGOS EFETIVOS É ADIADA

Foi adiada por 10 sessões a votação do Projeto de Lei Complementar do Executivo n° 2/2017, para a criação de 02 cargos de provimento efetivo de Médico Veterinário I, com carga horária semanal de 30 horas e preenchimento mediante concurso público. O pedido de adiamento foi feito pelo vereador José Carlos Borgo (PDT). Votou contra o adiamento o vereador Maurílio Moretti (PEN).

APROVADO TÍTULO PARA O SUBTENENTE ALCIDINO

Foi aprovado em discussão única o Projeto de Decreto Legislativo n° 2/2017, iniciativa do vereador Toninho Masson (PMDB). Ele concede Título de Cidadão Jauense ao Subtenente de Infantaria Alcidino José Barbosa, pelos relevantes serviços prestados à comunidade jauense. Alcidino é natural de Cáceres, Mato Grosso. Desde dezembro de 2015, exerce a função de Chefe de Instrução do Tiro de Guerra de Jahu.

APROVADA MEDALHA PARA PRESIDENTE DE ONG

Foi aprovado em discussão única o Projeto de Decreto Legislativo n° 3/2017, iniciativa do vereador Roberto Carlos Vanucci (PSB). Ele concede Medalha de Voluntariado a Rodrigo di Paula, presidente da Ong 1% de Jahu, pelos relevantes serviços prestados à comunidade jauense no atendimento dos mais carentes e moradores de rua. A ONG 1% atua em Jahu há 10 anos.

NO EXPEDIENTE, 29 DOCUMENTOS

PROJETO - Deu entrada como objeto de deliberação e está nas Comissões Permanentes para análise o Projeto de Decreto Legislativo n° 5/2017, iniciativa do vereador Fabio Eduardo de Souza (PMDB). O projeto pretende conceder Título de Cidadão Jauense ao senhor Luiz Carlos Motta, presidente da Federação dos Comerciários do Estado de São Paulo (Fecomerciários), entidade que representa 2,7 milhões de trabalhadores. Em Jahu, são 7.500 trabalhadores assistidos pelo sindicato. Motta também é Presidente da Cooperativa Habitacional dos Comerciários do Estado de São Paulo, que construiu, nas mais variadas cidades, 14 mil casas entregues aos trabalhadores pela Cooperativa Habitacional, sendo que aqui em Jahu construiu o Jardim dos Comerciários, Villagio di Roma e recentemente o Condomínio San Marino. Luiz Carlos Motta é natural de Ribeirão Preto.

MOÇÃO - A Câmara de Jahu aprovou, por unanimidade, a Moção nº 44/2017, iniciativa do vereador Roberto Carlos Vanucci (PSB). É de Congratulações e Aplausos ao técnico de xadrez Douglas Bueno Pacheco e ao diretor de escola João de Sousa de Almeida Diogo Cardoso, extensiva às equipes de Xadrez de Jahu pelas conquistas no esporte. De acordo com o autor, a parceria entre as Secretarias de Educação e Esportes de Jahu produziram, e ainda produzem, atletas que representam muito bem o município na modalidade de Xadrez. Em 2014 o diretor João de Sousa de Almeida Diogo Cardoso (Escola Estadual de Ensino Fundamental Álvaro Fraga Moreira) abriu as portas da escola para os treinamentos das Equipes de Xadrez de Jahu, as quais são organizadas e orientadas pelo Professor/Coordenador Pedagógico Jean Fabiano Marcato Lamana junto ao Técnico da modalidade, Douglas Bueno Pacheco. O foco das equipes neste momento são os Jogos Abertos do Interior, com data para realização entre outubro e novembro de 2017.

REQUERIMENTOS E INDICAÇÕES – Também foram lidos 20 requerimentos e sete indicações na 31ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Jahu.